Pasta de amendoim, aprenda a barateá-la, saiba consumi-la [Dica #3]

Tempo de leitura: 2 minutos

Um dos melhores, mais saudáveis e naturais suplementos é a pasta de amendoim, uma grande amiga da hipertrofia.

Suplemento alimentar já gerou muito nariz torcido: era ruim, e como! Mas esta página já foi virada. O que ainda não conseguiu ser superado é o amargo… Dos preços. E cá pra nós, nem interessa a eles mudar esses status quo. A pasta de amendoim, porém, escapa a essa realidade: é barata, e pode ser ainda mais, muito mais.

Antes, vale ressaltar que a pasta de amendoim é uma das melhores amigas da hipertrofia, principalmente no que diz respeito à queima de gordura: consumir uma porção de pasta de amendoim antes de dormir e logo ao acordar é uma excelente pedida para quem está trabalhando a queima de gordura. Ela ajuda nisto, e muito; além de outros inúmeros benefícios.

Por si só, a pasta de amendoim já é um suplemento barato, mas pode se tornar ainda mais se você mesmo a produzir em casa. E isso é possível porque 100% das propriedades deste suplemento vêm apenas do próprio amendoim. As pastas compradas recebem outros ingredientes para alterar o seu sabor, rejeitado por muita gente por considerá-lo “sem graça”.

Bem, de fato é. A pasta de amendoim integral, pura, é mesmo sem graça. Mas é só uma questão de aprender a consumi-la. Aprendeu a preparar, aprendeu a consumir, pode incluí-la no seu cardápio nos 365 dias do ano, por mais torto que esteja o seu orçamento.

Bem, uma vez exposto o exposto, fique com a Dica #3:

Preparo: simples! Vá ao mercado e compre amendoim puro, sem açúcar, sem sal e sem casca. Custa baratinho. Adicione um tanto dele no liquidificador e bata. Só isso! Não tem que adicionar absolutamente nada. No início do processo, o amendoim irá moer e virar um farelo. Continue batendo. Ele começará a verter o seu óleo, justamente onde estão suas ricas propriedades. Assim que começar a verter o óleo, a pasta começará a se formar. Bata até dar a consistência que você quiser. Prontinho!

Consumo: eu, particularmente, a consumo com banana. Além de ser uma fusão bastante anabólica, proporciona um sabor very good. Tem gente que coloca na tapioca. No pão, só se for integral, por favor. A criatividade, enfim, é sua. Uma última dica: quando consumir, evite tocar os lábios na pasta, porque gruda tudo e é muito desconfortável. É isso aí!

Se vale a dica, conheça a surpreendente obra Hipertrofia – Segredos Ocultos Revelados e descubra o caminho das pedras.

Um grande abraço e até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *